fbpx

É preciso conscientizar o homem do direito e do dever na participação do planejamento familiar. A vasectomia é um procedimento de esterilização definitiva que por falta de orientação, ainda é vista como uma cirurgia que pode levar a efeitos colaterais indesejáveis, quando na verdade isso não ocorre.

photoDesenho esquemático do procedimento de Vasectomia

O procedimento consiste numa ou duas incisões na bolsa testicular, exposição de ambos os ductos deferentes, exérese de aproximadamente 1cm de cada um e sutura de seus cotos. O tempo total para realização não ultrapassa 30 minutos e a taxa de falha é menor do que 1%. As chances de complicações variam entre 1 a 6% de acordo com as séries, e não foram encontradas complicações graves. Quando comparada com a laqueadura tubária (procedimento na mulher), apresenta uma chance de falha 30 vezes menor com 20 vezes menos riscos de complicações.

Atualmente a vasectomia é oferecida como parte do programa do planejamento familiar e deve ser decidida pelo casal em conjunto. Por lei, para que o homem possa realizar a vasectomia, basta ter mais de 25 anos ou 2 filhos e passar por uma avaliação com urologista onde será orientado sobre o procedimento, bem como outros métodos de contracepção. Decorrido 60 dias após essa orientação o homem pode realizar o procedimento.

Fale Conosco    +55 11 3288-1426