Biópsia de Próstata por fusão de imagens (Ressonância Nuclear Magnética e Ultrassom)

O câncer de próstata é o mais comum entre os homens. No Brasil, a estimativa é de cerca de 62.000 novos casos por ano, um em cada seis homens vão desenvolver a doença. Quando o diagnóstico é feito precocemente, a chance de cura ocorre em torno de 90% casos.

O diagnóstico de câncer de próstata é feito pela biópsia da glândula guiada por ultrassom, que deve ser solicitada quando há aumento do valor do PSA e/ou alteração do toque retal. Infelizmente, a biópsia não é o método perfeito e em alguns casos ela pode falhar. Existem casos em que há câncer de próstata e a biópsia, apenas guiada por ultrassom, não consegue colher material da área doente e não faz o diagnóstico do câncer.

O exame de ultrassom (usado para guiar a biópsia) não é capaz de identificar, com precisão, áreas suspeitas para o câncer de próstata. O método de imagem com maior capacidade de identificar áreas suspeitas é a ressonância nuclear magnética, mas devido o campo magnético, atualmente, não é possível realizar biópsias guiadas pela ressonância.

A biópsia de próstata por fusão usa as imagens geradas pela ressonância nuclear magnética e as imagens geradas pelo ultrassom transretal. As imagens dos dois métodos são sobrepostas numa tela de computador e serve para guiar o local correto da biópsia e aumentar a chance de achar o câncer. Então, são retirados fragmentos da área que apresenta sinais suspeitos para a doença maligna.

Os estudos mostram que a biópsia por fusão de imagem pode aumentar muito as chances de detectar um câncer de próstata, quando comparada a biópsia comum. Então, existe uma maior chance do diagnóstico preciso e um menor número de rebiópsia em pacientes com forte suspeita para câncer de próstata.

A biópsia por fusão precisa ser feita por um urologista, que tenha domínio da técnica, e o paciente precisa estar anestesiado e dormindo. Não há necessidade de internação e no outro dia o paciente já pode voltar para as atividades normais.

Não há maior número de complicações com a biópsia de próstata por fusão de imagens, quando comparada a biópsia convencional. Portanto, a biopsia por fusão de imagens é o que existe de mais moderno e preciso para o diagnóstico de câncer de próstata.

Fale Conosco    +55 11 3288-1426